REFLEXÃO 8 - RIGIDEZ

Autor: Pablo de Salamanca

Obra: Percepções (download gratuito aqui no Harmonianet)

Escrito em 12 de março de 2009.

Rigidez não combina com vida! No reino vegetal, temos o exemplo das velhas árvores. Elas possuem espessos troncos, que se quebram durante a tempestade. Já o flexível bambu ultrapassa os ventos e permanece vivendo. No contexto humano, não é difícil lembrar que um corpo morto é friamente rígido. Os homens tem a rigidez como regra, salvo honrosas exceções. Eles, quando firmam opinião, são mais duros que rocha, só provocando cisão. Há inflexibilidade na política como na religião, em pequenos grupos como na multidão, no ínfimo país isolado como na grande nação. Pobre do homem que fez da rigidez sua norma de ação, pois não pensa através do cérebro, nem sente com o coração. Rigidez em excesso é verdadeira miséria. Flexibilidade é vida e transformação. O rígido vangloria-se de sua firmeza, mas se esquece que, em breve, se abrirá o chão para engolir o seu caixão. E sua alma não estará leve! Ficará presa à força da gravitação, onde está acorrentada a sua rígida opinião.


 Clique aqui e deixe um comentário!


LIVRO DE VISITAS



VOLTAR PARA A PÁGINA ANTERIOR