RELATO 35 - EX-NAMORADO

Autor: Fabíola di Mello

19 de junho de 2014

Tive um curioso sonho em 10 de junho de 2014. Eu havia terminado o namoro com o Edilson há mais de um ano, porém ele me veio em sonho na intenção de me ver e, quem sabe, reatar a relação. Eu já não pensava nele há meses e inclusive tive um outro namorado no período.

No início, lembro de ver Edilson batendo no portão de metal da minha residência. Minha mãe logo foi atender e resolvi me esconder na casa, pois não queria contato com ele. No caminho encontrei a Diva, minha prima, a quem contei que eu ia me esconder (a Diva morou em minha casa por cerca de um ano e meio, mas já não estava mais conosco, há quase três anos). Assim, fui rapidamente para o segundo andar da casa. Vi que meu irmão, o Fred, estava no ambiente (Fred casou-se e formou família há mais ou menos cinco anos, residindo próximo a nós). Meu irmão foi em direção ao Edilson para recebê-lo e notei que conversavam. Eles, em seguida, foram para o segundo andar da residência.

Não fiquei satisfeita com o que estava acontecendo, ainda mais quando o Edilson entrou no quarto onde eu havia me abrigado. Encontrou-me deitada na cama da minha mãe. Eu disse a ele que permaneceria deitada. Ele entendeu que eu não queria conversa. Então, o ex-namorado resolveu ficar num cômodo de fora, uma saleta, dialogando com meu irmão. Como a conversa entre eles demorava, saí do quarto e observei que minha prima fazia companhia a eles. 

Não sei porque motivo, se foi porque me aborreci, mas o fato foi que acordei em seguida. Pela manhã, contei o sonho para a minha mãe. Mais tarde, no mesmo dia, para a minha surpresa,  recebi uma  mensagem particular através do Facebook do ex-namorado. O conteúdo da mensagem, em resumo, dizia que ele havia sofrido muito com a separação, que não conseguia me esquecer e que desejava reatar o namoro.

Minha mãe, que tem alguma experiência com viagens astrais, disse para eu contar este caso ao Pablo, para que ele desse alguma opinião a respeito dessa vivência que, a princípio, julgava como um sonho comum. No entanto, após a comunicação de Edilson, que correspondia ao que eu havia vivenciado à noite, comecei a acreditar que o sonho não fora exatamente um sonho.


COMENTÁRIOS EXPLICATIVOS

A experiência de Fabíola foi bem instigante, sobretudo porque foi seguida pela comunicação de Edilson, o ex-namorado, no dia posterior. Tenho duas hipóteses possíveis para a vivência de Fabíola, e pessoalmente descarto uma terceira via, que seria uma mera coincidência entre o "sonho" e a mensagem do rapaz.

Bem, na primeira hipótese trato a experiência da jovem como uma genuína viagem astral, onde o ex-namorado dela a buscou fora da matéria, no intuito de se reaproximar e reaver os laços afetivos. Neste caso, Edilson a teria encontrado fora do corpo e Fabíola trouxe a memória do encontro no Astral para o nível consciente de sua mente. Contudo, é possível questionar detalhes da vivência de Fabíola, como o encontro com Diva, sua prima, e Fred, seu irmão, pois ambos já não residiam em sua casa. Será que eles estavam de fato projetados ali, naquele período? Nada impede, mas nesta situação, pode ter ocorrido uma baixa lucidez de Fabíola naqueles momentos, ou uma distorção de rememoração, a fazendo crer na presença dessas pessoas, ou confundindo outras entidades com essas pessoas de sua convivência normal terrena.

A outra hipótese para a experiência de Fabíola, seria a produção de um sonho em sua mente a partir de uma comunicação telepática do ex-namorado, que deveria estar pensando fixamente nela há um bom tempo, desejando conversar com ela, na intenção de reatar o namoro.

Contudo, embora as duas hipóteses sejam possíveis, não nos absteremos de emitir uma opinião. Embora comunicações telepáticas sejam relativamente comuns no dia a dia terreno, inclusive no estado de vigília (já constatei isso comigo, por diversas vezes, em relação a pessoas amigas), considero a hipótese de um verdadeiro encontro extrafísico entre Fabíola e o ex-namorado, como a mais forte, porque emoções e carências intensas, durante o sono físico, muitas vezes levam as pessoas a buscarem seus objetos de admiração ou carinho, no Mundo Astral. Entretanto, a dificuldade maior das pessoas é ter uma boa lucidez "do outro lado" e também apresentarem uma boa capacidade de rememorar essas vivências. 

Clique aqui e deixe um comentário!


LIVRO DE VISITAS



VOLTAR PARA A PÁGINA ANTERIOR